+(351) 218-862-526 info@pbstravel.pt

Login

Registar Agência

Depois de criar uma conta, você poderá acompanhar seu status de pagamento, acompanhar a confirmação e também pode avaliar o tour depois de terminar o passeio.
Nome de Agência*
Senha*
Confirme a Senha*
NIF*
RNAVT*
Nome*
Apelido*
Data de nascimento*
Email*
Telefone*
Pais*
* Concordo com os Termos e Condições .
Please agree to all the terms and conditions before proceeding to the next step

Já é membro?

Login
+(351) 218-862-526 info@pbstravel.pt

Login

Registar Agência

Depois de criar uma conta, você poderá acompanhar seu status de pagamento, acompanhar a confirmação e também pode avaliar o tour depois de terminar o passeio.
Nome de Agência*
Senha*
Confirme a Senha*
NIF*
RNAVT*
Nome*
Apelido*
Data de nascimento*
Email*
Telefone*
Pais*
* Concordo com os Termos e Condições .
Please agree to all the terms and conditions before proceeding to the next step

Já é membro?

Login

5 razões para visitar Uzbequistão

Cidades mágicas da Rota da Seda, os cenários épicos e um passado soviético peculiar, Uzbequistão oferece tudo isso.

Damos-lhe 5 razões para visitar o Uzbequistão.

 

1.As grandes cidades da Rota da Seda

Ainda não teve tempo para seguir a lendária Rota da Seda desde Turquia até à China? O Uzbequistão oferece a oportunidade de experimentar o melhor desta famosa rota comercial, mesmo nas visitas mais curtas.

O país abriga alguns dos pontos turísticos mais emblemáticos da Rota da Seda, incluindo as três grandes cidades de Khiva, Bukhara e Samarcanda. Aqui descobrirá os melhores exemplos da arquitetura islâmica do mundo, e poderá sentir como era a vida quando essas cidades eram centros de comércio internacional.

2.A herança soviética

Antes de conquistar a independência em 1991, o Uzbequistão fazia parte da extensa União Soviética. Restos desta parte da história podem ser vistos em todo o país, mas especialmente em Tashkent. A cidade foi arrasada por um terramoto em 1966 e reconstruída em estilo soviético.

O resultado é uma mistura de edifícios soviéticos, arquitetura russa clássica e mesquitas restauradas do século XII. As áreas a volta do Hotel Uzbekistan e da Praça da Independência (anteriormente Praça de Lenin até 1991) são os melhores lugares para se procurar.

3.Mar de Aral

É uma das vistas mais surreais do mundo; um deserto com barcos e faróis em ruínas, no lugar que já foi o quarto maior lago do mundo, o Mar de Aral.

A irrigação imprudente do governo soviético para cumprir as cotas de algodão na década de 1960 fez com que o lago encolhesse para metade do seu tamanho original. Hoje, a área circundante é uma bacia de poeira, um cemitério para os navios abandonados e as terras agrícolas que se seguiram. É uma das “atrações” turísticas mais visitadas do Uzbequistão e um lembrete preocupante de quão fácil e rapidamente o ambiente pode ser danificado.

 

4.Os desertos pitorescos

O Uzbequistão é uma terra de vastas extensões de areia e montanhas altas. Na província de Corásmia encontram-se os desertos Karakum e Kyzylkum e abriga mais de 50 fortalezas em ruínas, incluindo as ruínas ensolaradas de Ayaz Kala, que datam do século IV aC.

 

5.Gastronomia

A cozinha uzbeque não é vencedora de nenhum prêmio gastronômico, mas é saudável, saborosa e acolhedora como os locais onde é servida. O pão é produzido em todas as formas e tamanhos, e o shashlik (espetada) de carneiro grelhado no carvão, servido em espetos ridiculamente grandes, o suficiente para alimentar uma família. E não se esqueça de experimentar uma especialidade nacional, arroz com cenoura cozida, cebola e pedaços de carne de carneiro- Plov.

Obviamente, toda refeição é acompanhada por quantidades generosas de vodka. É a única coisa que os russos deixaram para trás que os locais amam sem reservas.

Deixar comentário